Há muitos mitos em torno do processo de emagrecimento quando o assunto é treino em jejum. Neste blogpost, você conhece os prós e contras da prática.

O jejum intermitente é realmente um assunto muito falado quando mencionamos as dietas mais famosas da atualidade. Tendo-o em mente, a dúvida logo vem: treinar durante o jejum é bom ou ruim?

Como toda ciência que não é exata, quando falamos do nosso corpo a resposta é: depende! 

Quando estamos há algumas horas sem nos alimentar, nossa reserva de glicogênio é menor, fazendo com que o organismo utilize a gordura como fonte de energia. No entanto, afirmar que treinar sem comer ajuda no emagrecimento sem considerar as particularidades de cada caso é um mito, visto que ninguém permanece em jejum o tempo todo. O perigo está em como a pessoa se alimenta nos horários de janela – aqueles em que a alimentação é permitida.

Se você pretende começar a praticar exercícios em jejum, recomendo que inicie por aqueles de baixa intensidade, mas que utilizam a gordura prioritariamente como substrato energético. Alguns exemplos são: corrida, ciclismo, caminhada e natação.

No entanto, se esse hábito já é uma realidade em sua rotina, você pode praticá-lo em exercícios com uma intensidade maior, como é o caso da musculação. Contudo, devo alertar que sua performance pode ser afetada já que, nesses casos, o desempenho no esporte pode ser prejudicado, embora o hábito contribua para o organismo em suas adaptações fisiológicas.

Alerto também que quem treina em jejum deve evitar ficar mais que oito horas sem comer. Esse também não é um hábito indicado para quem possui uma vida sedentária ou se alimenta com exagero de carboidratos.

Se o seu objetivo é emagrecer, recomendo sempre procurar um médico nutrólogo acompanhado de um nutricionista. A análise do seu quadro médico aliada à uma dieta personalizada lhe ajudarão a alcançar o seu objetivo.

Eu posso estar com você nessa missão por mais saúde e qualidade de vida. Em janeiro, lançarei um desafio de 90 dias para quem procura emagrecer e mudar os seus hábitos de vida. Acompanhe-me no blog e através do Instagram (@drcarlostoloi) para mais detalhes. No Telegram, você tem acesso a conteúdos exclusivos, para participar, clique aqui.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *